OBISF e SDE promovem Jornada Formativa para Capacitação em inovação social para as equipes da Rede Catarinense de Centros de Inovação

Com o objetivo de formar, sensibilizar e promover o engajamento de equipes, bem como o fortalecimento dos ecossistemas locais e regionais de Inovação Social, o Observatório de Inovação Social de Florianópolis (OBISF), da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), juntamente com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) do estado de Santa Catarina, promovem uma Jornada Formativa de Capacitação para agentes dos Ecossistemas de Inovação Social nas regiões catarinenses direcionada para equipes Rede Catarinense de Centros de Inovação, sendo o projeto financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC) e pela UDESC. A Jornada faz parte do Programa INSPIRE – Inovação Social para a Rede Catarinense de Centros de Inovação, promovido pelos mesmos atores e visa promover a agenda da inovação social e fortalecer os ecossistemas de inovação social nas várias regiões do estado.

Para tanto, foi aberta uma chamada pública para que as equipes da Rede Catarinense de Centros de Inovação realizassem as suas inscrições. O lançamento oficial da chamada / do projeto foi realizado no dia 13 de dezembro de 2021, das 18h às 19h, por meio de uma live que foi transmitida pelo canal do youtube da Rede Catarinense de Centros de Inovação.

As atividades relativas à Jornada tiveram início do mês de fevereiro e estão ocorrendo, na modalidade online, até outubro de 2022, quinzenalmente, às quintas-feiras. O formato e a metodologia da capacitação buscam fomentar um processo de aprendizagem coletiva e colaborativa, aliando formação e apoio às equipes dos CIs. O objetivo é capacitá-las para que possam reconhecer as redes nos Ecossistemas de Inovação Social e, ao mesmo tempo, construir projetos para promoção da inovação social nas cidades e territórios em que atuam, em resposta às demandas locais e em parceria com os atores mapeados.

No primeiro módulo da Jornada, foram combinados debates a respeito dos avanços nas pesquisas sobre ecossistemas de inovação social com a reflexão sobre a realidade que cerca os CIs, com ênfase para os desafios enfrentados na promoção de inovação social. As discussões passaram pelo papel de diversos atores que compõem os ecossistemas, incluindo atores empresariais, como os negócios de impacto, atores da sociedade civil, como as associações e movimentos sociais, e os diversos atores governamentais envolvidos, incluídos aí os sistemas de política pública. Nos próximos módulos, os participantes serão capacitados para construir mapeamentos colaborativos dos ecossistemas, a fim de reconhecer os atores e desafios enfrentados, e para elaborar projetos que combinem a reflexão construída com a intervenção prática nos territórios.

A metodologia foi desenvolvida e validada a partir da experiência do Observatório de Inovação Social de Florianópolis, projeto que articula pesquisa, extensão e ensino e é colocado em prática por meio de uma plataforma digital colaborativa gerida por dois Grupos de Pesquisa da UDESC/ESAG, o Núcleo de Pesquisa e Extensão em Inovações Sociais na Esfera Pública (NISP) e o Grupo de Pesquisa Strategos.

A equipe do projeto é formada pelas professoras Dras. Carolina Andion e Graziela Alperstedt e pelos pesquisadores Júlia Graeff e André Manoel, todos vinculados ao OBISF / NISP, e vinculados ao SDE fazem parte da equipe a gerente da Rede Catarinense de CIs, Iuana Réus, o Gerente de Formação para profissionais do futuro e negócios inovadores, Guilherme Murara, e a Coordenadora de Projetos, Meirielle Souza.

Como resultado do projeto em âmbito estadual, é esperada a constituição de um piloto do Observatório Catarinense de Inovação Social, que atuará como um hub de conexão, articulação, apoio e acompanhamento dos atores que compõem o Ecossistema de Inovação Social nas diferentes cidades dos CIs, haja vista que a rede é um ativo fundamental para o desenvolvimento de nosso estado, sobretudo em um momento de crise pós-pandemia.

Deixe um comentário