Trabalho de Dissertação de Cíntia Moura Mendonça recebe menção honrosa no IV ENEPCP

Entre os dias 01 e 03 de setembro de 2021 foi realizado o IV Encontro Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Pública (IV ENEPCP), com o tema: “Sociedade, Estado e o Público: formação e ação por caminhos democráticos em contextos de crise”, em formato 100% virtual.

No dia 03, encerramento do evento, que é uma realização da Associação Nacional de Ensino e Pesquisa do Campo de Públicas (ANEPCP), foi realizada a noite de premiação (Prêmio Augusto Tavares de Teses, Dissertações e TCCs do Campo de Públicas) e destaque para os melhores artigos apresentados nas sessões temáticas do evento.

Na oportunidade, a dissertação de mestrado acadêmico de Cíntia Moura Mendonça, intitulada “(Re)Pensando a Participação e o seu Papel na Democracia à Luz do Pragmatismo: Um Estudo junto ao Fórum de Políticas Públicas de Florianópolis” recebeu menção honrosa.

Fonte: Rafael Bessa / Júlia Rocha, 2021.

A dissertação, que teve a orientação da professora Dra Carolina Andion, da Udesc/Esag, coordenadora do Núcleo de Inovações Sociais na Esfera Pública (NISP) e do Observatório de Inovação Social de Florianópolis (OBISF), foi desenvolvida com o objetivo geral de compreender se e como a experimentação democrática promovida pelo Fórum de Políticas Públicas de Florianópolis promove investigação pública e as suas consequências junto às políticas públicas municipais.

“Receber a notícia de que a minha dissertação recebeu menção honrosa é de encher o coração de orgulho da caminhada que fiz até aqui. Em tempos tão difíceis, este reconhecimento significa algo mais amplo que trazer visibilidade aos resultados da pesquisa. Reconhece um estudo que reconstitui parte da história da construção dos instrumentos de participação na cidade, seus atores e motivações por meio de uma reconstituição profunda e detalhada da trajetória do Fórum de Políticas Públicas de Florianópolis, além de pontuar suas consequências e aprendizagens promovidas a partir da experiência concreta de participar de uma construção coletiva que existe desde 2006”, destacou Cíntia Mendonça.

A autora da dissertação ainda faz referência ao fato de que o trabalho desenvolvido não se deve apenas a ela. Cíntia Mendonça pontua: “A relevância desse reconhecimento se estende não só a mim, a pesquisadora, mas a todas as pessoas que se dedicaram e se dedicam ao Fórum, a todas as pessoas envolvidas no Núcleo de Inovações Sociais na Esfera Pública (NISP) e do Observatório de Inovação Social de Florianópolis (OBISF), da Udesc/Esag, do qual fiz parte, e à minha maravilhosa professora e orientadora que mergulhou nessa empreitada junto comigo”.

Ademais, a pesquisadora finaliza a sua fala, ressaltando: “Viva a ciência! Viva a Universidade pública! Viva a democracia real! Viva a participação popular!”.

Para nós, equipe do NISP e do OBISF, é sempre uma alegria ter esse compromisso e essa dedicação reconhecida por meio, por exemplo, da menção honrosa que a Cíntia Mendonça, mestra em administração, recebeu no IV ENEPCP. Assim, ratificamos os nossos parabéns à Cíntia Mendonça e à professora Carolina Andion pela conquista, bem como a todos que fazem parte da equipe.

Por Hudson Oliveira, redator de Comunicação do OBISF / NISP / ESAG / UDESC
Revisão e Design por Júlia Rocha, bolsista do NISP / ESAG / UDESC
Design por Rafael Bessa

Deixe uma resposta