O Fórum de Políticas Públicas de Florianópolis comemora o 14º aniversário com live e participação do NISP/ESAG/UDESC

No último dia 25 de junho de 2020, das 19h às 20h30min, por meio do facebook, o Fórum de Políticas Públicas de Florianópolis (FPPF), com a participação do Núcleo de Inovação Social na Esfera Pública (NISP) e do Observatório de Inovação Social de Florianópolis (OBISF), Esag/Udesc, realizou uma live para comemorar o seu 14º aniversário.

A live tinha por objetivo dialogar sobre as experiências do Fórum, resgatando as conquistas, os aprendizados e os desafios dessa trajetória, assim como refletir sobre o futuro dessa importante instituição na construção do processo democrático na cidade. 

Além dos aproximadamente 40 participantes, a live contou com a professora Carolina Andion, coordenadora do NISP, com a mestre em administração pública Cíntia Mendonça, membra do colegiado do FPPF e que teve sua dissertação produzida considerando a experiência do FPPF, e com a assistente social da Casa São José Deyse Fagah, que também é membra do colegiado do FPPF.

Na abertura da live, Deyse Fagah pontuou um pouco da trajetória do FPPF e de sua rede, destacando a importância de se refletir sobre essa instituição participativa. Além disso, ressaltou a necessidade de, em um ano de eleição, pautar uma agenda em termos de políticas públicas. Para terminar a sua fala, Deyse agradeceu a participação de todos na live. 

Após a fala inicial de Deyse Fagah, a professora Carolina Andion apresentou a proposta da live e solicitou que àqueles que desejassem poderiam interagir, por meio do chat, inclusive apresentando perguntas que seriam respondidas/debatidas após as falas. A professora fez uma contextualização sobre as pesquisas realizadas pelo NISP, desde 2013, sobre a sociedade civil e a inovação social com foco nas experimentações democráticas, destacando a importância do trabalho desenvolvido pela Cíntia para o avanço dessa agenda de pesquisa, inclusive fazendo, especificamente, referência a dissertação produzida e compartilhando o link para àqueles que quisessem ter acesso ao produto final dessa experiência.

Em sua fala, Cíntia agradeceu a participação de todos na live, inclusive de algumas pessoas que já fizeram parte do FPPF. Passou a apresentar a experiência, pontuando a necessidade de sistematizá-la, bem como conhecer a sua trajetória e a rede que forma o Fórum; os objetivos da pesquisa; as etapas da metodologia utilizada (autoetnografia, análise documental, entrevistas e validação); e os resultados não só da trajetória, mas também da análise da rede e da participação. Para finalizar a sua fala, pontuou alguns avanços e desafios frente à construção do processo democrático.

Após as falas, Deyse destacou alguns comentários dos participantes, enfatizando algumas perguntas que foram apresentadas como, por exemplo, como foi para a Cíntia lidar com esse duplo papel, pesquisadora e militante, durante a realização de sua pesquisa.

Ao longo das falas, ficou evidente a importância desses espaços de debate para se refletir sobre instituições participativas com o objetivo de fortalecer o processo democrático. Neste sentido, a professora Carolina Andion destacou: “esse encontro representa muito o espírito do nosso núcleo de pesquisa, que vem desenvolvendo estudos implicados e aplicados, que possam fazer sentido para as comunidades pesquisadas, estudos que possam ser utilizados, ou seja, realizar pesquisas com a comunidade e não para ela”.

Deixe uma resposta