“Direito deles, transformação para todos” foi tema da 1ª Conexão Articula Floripa

A 1ª Conexão Articula Floripa: Direito Deles, Transformação Para Todos, ocorreu em 18 de fevereiro de 2020, no Sesc da Prainha, Centro/Florianópolis. É uma iniciativa do ICOM (Instituto Comunitário da Grande Florianópolis), OBISF (Observatório de Inovação Social de Florianópolis) e CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), co-realizaram este espaço de compartilhamento de conhecimento e articulação entre os atores do Sistema de Garantias dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O encontro iniciou com a exibição de lançamento do vídeo do projeto Jornada DI, que enfatizou a importância do CMDCA. Em seguida a Cátia atual presidente do CMDCA foi a primeira a expor a importância de dar movimento à política pública voltada às crianças e adolescentes. Ela frisou que a palavra da lei sozinha não é suficiente para garantir os direitos ao dado público. Com isso, ficou claro que os conselheiros têm um papel fundamental de participar não apenas das assembleias mas principalmente das comissões. São nas cinco comissões existentes no conselho que tudo acontece, que ocorrem os encaminhamentos, que o fluxo é realizado. Sendo assim, os 28 conselheiros têm compromisso em dar movimento e concretude à política.

Depois a Renata, integrante do Instituto Comunitário da Grande Florianópolis, ressaltou a história do ICOM com outros atores presentes na rede do SGDCA e apresentou o escopo do Projeto Articula. Também o OBISF representado pela Profa. Carolina Andion, coordenadora do NISP (Núcleo de Inovações Sociais na Esfera Pública) apresentou o observatório e situou os presentes acerca do papel da universidade na articulação para garantia dos direitos das crianças e adolescentes.

Bem como, o Edelvan, no momento de que já foi presidente do conselho, passou por cada uma das comissões e, de maneira sintética, colocou os principais objetivos delas. Por último, ele publicizou o plano de ação construído pelas comissões e deu o ensejo para o início do momento nos grupos.

Por fim, foram expostas no grande grupo as discussões feitas em cada uma das comissões. Cada comissão teve um representante que sintetizou as discussões e compartilhou os encaminhamentos/prioridades de ações. Encerrando o encontro com o compromisso e engajamento dos presentes em prol dos Direitos da Criança e do Adolescente.

Assim, ao longo de 2020, ano em que são celebrados os 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), se terão outros momentos de conexão, inspiração e trabalho coletivo! Fiquem ligados!

Deixe um comentário