5º Encontro Jornada DI

Na última sexta-feira, 26/07, ocorreu o 5º encontro do Projeto de Extensão Jornada DI, no Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (ESAG) da UDESC. O encontro teve como objetivo compreender a dinâmica viva de uma organização da sociedade civil, estabelecendo uma relação entre o Modelo Trevo e o Jornada. A manhã foi facilitada pela equipe do eixo de fortalecimento da sociedade civil do Instituto Comunitário da Grande Florianópolis (ICOM), correalizador do projeto juntamente com o Observatório de Inovação Social de Florianópolis (OBISF) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Florianópolis (CMDCA). 

Após uma dinâmica inicial conduzida pela Mariana de Assis do ICOM, os participantes tiveram boas-vindas dadas pela Professora Carolina Andion. Posteriormente, quem conduziu o encontro foi Renata Machado, Coordenadora de Programas do ICOM, que relembrou um fato marcante do 4º encontro: é necessário que as organizações inovem para terem sustentabilidade e se desenvolverem institucionalmente. Por meio de uma dinâmica, a mensagem principal foi a de que as organizações são organismos vivos que estão em constante mudança. A inovação e a dinamicidade integram a atuação de uma organização e devem ser consideradas como parte natural do processo de sustentabilidade. 

Posteriormente, foram formados três grupos para que as OSCs pudessem refletir em conjunto sobre dimensões e relações existentes em uma organização da sociedade civil, com base no Modelo Trevo. Renata explorou as cinco dimensões que compõem o Modelo e lançou perguntas norteadoras: (i) Sociedade: “qual o contexto que justifica a relevância da organização?; (ii) Atuação: “por que fazemos o que fazemos? como a OSC responde às demandas da sociedade?”; (iii) Recursos: “que recursos a organização dispõe para atuar na sociedade?”; (iv) Grupo Dirigente: “quem sustenta a organização?” e (v) Pessoas: “quem dá vida à organização? quais são suas relações com a OSC?”.

Finalmente, Larissa do ICOM fez uma retomada acerca dos encontros anteriores, relacionando-os com a forma que o projeto foi planejado. Com isso, ficou evidente a lógica de continuidade e da exploração das quatro dimensões de atuação das OSCs que embasaram os encontros planejados para o projeto: (i) Quem somos?; (ii) O que fazemos?; (iii) Como fazemos? e (iv) Com quem e por que fazemos?. O próximo encontro ocorrerá dia 09/08 e dará início à segunda dimensão abordada no projeto.

Deixe uma resposta