Terceiro encontro do Projeto Jornada DI

Hoje (31/05) aconteceu o terceiro encontro do Projeto de extensão Jornada DI, nas dependências de uma das organizações participantes, a Irmandade do Divino Espírito Santo (IDES), na região central da cidade. O Jornada DI tem como objetivo principal promover encontros, ao longo do ano de 2019, que qualifiquem a atuação política e sustentabilidade de quinze Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que atuam na política pública de criança e adolescente em Florianópolis. O projeto está sendo correalizado pelo Obisf, Instituto Comunitário da Grande Florianópolis (ICom) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Florianópolis (CMDCA).

Com o total de quatro horas, o terceiro dia teve o objetivo de proporcionar uma reflexão junto às OSCs acerca do seu propósito, direcionamento e identidade; levando em conta sua atuação. Mais especificamente, objetivou-se instigar as organizações a examinarem de que forma elas estão atuando em consonância às demandas da comunidade e do seu público-alvo. Conduzida pela Marina Magalhães, a tarde contou com debates sobre a missão, visão e princípios das organizações e a ligação destes com os projetos, programas e serviços desenvolvidos.

Em um momento inicial, os integrantes de cada organização tiveram um tempo para debaterem entre si, com base em um roteiro, sobre sua prática. Com vistas a chegarem a novas percepções acerca de sua atuação, algumas perguntas foram propostas: (i) Como temos escutado nosso público-alvo? Que tipos de ações temos feito para isto?; (ii) Qual tem sido nossa leitura dessas necessidades?; (iii) Como essas necessidades vêm mudando? Elas têm mudado?; (iv) Como temos respondido a essas mudanças? O que estamos deixando de atender?; (v) Em que acreditamos quando provemos tais serviços? Que crenças estão embasando nossas práticas?; dentre outras.

Posteriormente, as duplas de cada organização se juntaram com as outras para socializarem suas reflexões. Este foi o principal momento, no qual houve uma interação entre as OSCs e compartilhamento de desafios, demandas, metodologias, e diversas outras questões que contemplavam as suas práticas.

Para além da reflexão, a proposta foi que as organizações saíssem deste encontro pensando e discutindo acerca dos desafios e dos próximos passos para enfrentá-los. Ao final da tarde, questionados pela facilitadora Marina sobre “O que o jornada é/significa para você?”, os participantes expuseram: “Parar, refletir, avançar e agir”; “Como é bonito quando estamos todos juntos”; “Percebemos o quanto a gente tem muita força”. Essas frases captam a essência desse encontro, marcado pelo compartilhamento de experiências e práticas, fazendo com que as organizações reconheçam umas nas outras a essência daquilo que as une: a rede da política de garantia de direitos da criança e do adolescente.

Deixe uma resposta