NISP

Descrição


O Núcleo de Pesquisa e Extensão em Inovações Sociais na Esfera Pública (NISP) se insere no departamento de administração pública e na linha de administração pública e sociedade do programa de pós-graduação em administração da UDESC/ESAG. Além da pesquisa seus membros, promovem, de forma articulada, ações de extensão e ensino. 

O NISP focaliza o estudo e o apoio a ações coletivas que vêm promovendo inovações sociais na esfera pública (de forma institucionalizada ou não). Isso inclui iniciativas provenientes tanto do governo, como da sociedade civil e das empresas, além dos novos arranjos institucionais que se constroem na articulação negociada entre esses atores para resolução de problemas públicos. 

Em particular, nos interessa desenvolver estudos sobre iniciativas – ações, organizações ou redes – que promovam inovação social ou tenham incidência sobre as políticas e os problemas públicos. Busca-se compreender a influência dessas experiências em termos de inovação social nas arenas públicas em que atuam e no fomento a novos estilos desenvolvimento.


Acesse o NISP via CNPQ

Linhas de Pesquisa

Redes, empreendedorismo e inovação social na esfera pública
Inclui estudos que buscam compreender as práticas de governança em rede na ação pública e seu papel no fomento à inovação social. Estudar ecossistemas, iniciativas e práticas de inovação social tanto em âmbito local, nacional ou em perspectiva comparada, com vistas a compreender o seu impacto nas arenas públicas em que se inserem. Realizar estudos no campo da sociologia econômica, sobretudo aqueles ligados às novas formas de empreendedorismo social, coletivo e/ou institucional na esfera pública.

Sociedade Civil e ação pública, economia social e solidária e desenvolvimento territorial sustentável
Focaliza estudos interdisciplinares sobre as ações coletivas promovidas pelos atores da sociedade civil e da economia social e solidária (ESS), incluindo movimentos, associações, fundações e cooperativas e sobre as consequências dessas ações em termos de inovação social e nas dinâmicas de desenvolvimento territorial sustentável (DTS). Abrange também pesquisas sobre avaliação de programas e/ou políticas públicas de promoção e fomento à ESS e ao DTS.

Ética, epistemologia e sociologia da ciência no campo de públicas
Abrange pesquisas que tratam dos processos de enfrentamento de dilemas éticos e morais pelos gestores públicos. Envolve também estudos epistemológicos ou sociológicos sobre as práticas e/ou sobre a produção científica enfocando sobretudo a pós-graduação e a geração de conhecimento no campo de públicas no Brasil.

Objetivos

Geral
Gerar, disseminar e intercambiar conhecimentos – além de promover ações de extensão, de forma articulada com o ensino – sobre inovações sociais nas arenas públicas, com ênfase nas áreas da sociedade civil e da economia social, bem como das redes, do desenvolvimento territorial sustentável e da ética e da epistemologia no campo de públicas. 

Específicos

  • Desenvolver e acumular, de forma sistemática e planejada, massa crítica de alta qualidade científica nas linhas de atuação do Núcleo.
  • Promover aprendizados em articulação com a prática e desenvolver a “cultura científica”, a partir das pesquisas realizadas e das ações de extensão e ensino promovidas nos níveis de graduação e pós-graduação e junto às comunidades.
  • Realizar intercâmbio de professores, alunos e pesquisadores e projetos científicos com outras instituições nacionais e internacionais, numa perspectiva interdisciplinar e de trabalho em rede, visando o enriquecimento do conhecimento, o aperfeiçoamento de suas respectivas instituições/redes e o desenvolvimento científico.
  • Divulgar sistematicamente a produção científica do Núcleo por meio de publicações em livros, revistas especializadas, eventos, seminários, pela participação dos membros do Núcleo em eventos científicos, blog, redes sociais e e outras formas de comunicação.
  • Promover ações de extensão, articuladas com o ensino e a pesquisa, numa perspectiva de “pesquisa pública” de forma a contribuir para o fortalecimento do ecossistema de inovação social de Florianópolis e de Santa Catarina e para promoção de estilos de desenvolvimento mais sustentáveis.