Ações e Projetos Encerrados

Sociedade Civil e Inovação Social na Esfera Pública (2013 – 2016)


Descrição: Este projeto de pesquisa tem como objetivo compreender em que medida diferentes iniciativas da sociedade civil têm promovido inovações sociais na esfera pública, tanto em escala local, quanto nacional. Mais especificamente, por meio do estudo de casos emblemáticos de diferentes formas de ?ação coletiva? no âmbito da sociedade civil (movimentos sociais, associações e conselhos de políticas públicas), busca-se compreender qual o papel de tais iniciativas na promoção de inovação social na esfera pública e também reconstituir e analisar as redes que permitem que as inovações sociais emerjam, sejam colocadas em prática e difundidas. Espera-se, assim, que o projeto possa produzir novos conhecimentos que ajudem a entender melhor o papel da sociedade civil na proposição de soluções ou ainda no aproveitamento de oportunidades para modificar as relações sociais, transformar um quadro de ação ou propor novas orientações culturais na esfera pública, as quais possam ampliar a governança democrática. O estudo busca ainda promover uma maior compreensão de como esse fenômeno (da inovação social na esfera pública) ocorre, por meio do mapeamento dos sistemas (ou redes) de inovação social nos quais as iniciativas analisadas estão imersas.Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. 

Integrantes: Maria Carolina Martinez Andion – Coordenador / Luciana Ronconi – (Integrante)

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro / Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina – Auxílio financeiro. Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 4

Capital Social dos Empreendedores da Indústria Criativa da Região Sul do Brasil (2012-2014)

Descrição: O objetivo da pesquisa é analisar como se constitui o capital social dos empreendedores da indústria criativa da região sul do Brasil. Especula-se que o capital social influencia positivamente o empreendedorismo dos envolvidos na indústria criativa. Nesse caso, a compreensão de como o capital social dos empreendedores é constituído poderá dar pistas importantes da potencialidade de desenvolvimento dessa indústria. Apesar de, individualmente, a indústria criativa, empreendedorismo e capital social serem conceitos e fenômenos influentes no desenvolvimento local e econômico, a relação entre eles ainda não foi devidamente explorada. A compreensão dessa relação, bem como a identificação da configuração do capital social dos empreendedores da indústria criativa, é um importante passo para que melhores políticas públicas sejam formuladas e implementadas para o desenvolvimento dessa indústria. A pesquisa será um survey exploratória-descritiva com abordagem quanti-quali. Por meio de um questionário, será criado um banco de dados com informações sobre os empreendedores pré-mapeados e suas redes sociais, pois não há informações disponíveis a respeito. Para a análise dos dados será utilizada técnica multivariada, como a clusterização e análise fatorial.

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. 

Integrantes: Maurício Custódio Serafim (Coordenador) / Luciana Ronconi; Eduardo Jara; Daniel Pinheiro; Elaine Cristina de Oliveira Menezes; Évelyn Nunes de Melo; Bruna F. Vettori.

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro. Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 5

Mobilização de Recursos nas Organizações da Sociedade Civil da Grande Florianópolis (2011 – 2012)

Descrição: Esse projeto de pesquisa visa identificar e analisar as estratégias e práticas de mobilização de recursos realizadas pelas Organizações da Sociedade Civil (OSCs) da Grande Florianópolis. Além de ser uma estratégia de garantia da sobrevivência dessas organizações, a mobilização de recursos é também um importante meio de promoção de transformação social. A mobilização de recursos (monetários e não monetários) contribui para a OSC criar sua base social, estabelecer e fortalecer vínculos com pessoas e instituições e se legitimar na sociedade. Para realizar o estudo, será feito uma pesquisa exploratória, a partir do levantamento de dados secundários referentes a 50 OSCs atuantes na Grande Florianópolis disponíveis no site do Portal Transparência (www.protaltranparencia.com), portal de acesso livre. Num segundo momento, essa análise será complementada por pesquisa de campo a ser realizada junto a uma amostra aleatória de 20 dessas organizações, por meio da realização de entrevistas semi-estruturadas. Ao final da pesquisa pretende-se construir uma caracterização das estratégias e práticas de mobilização de recursos praticadas por essas organizações, assim como analisar as relações que elas mantêm com os seus Investidores Sociais.

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Maria Carolina Martinez Andion – Coordenador. 

Financiador(es): Universidade do Estado de Santa Catarina – Auxílio financeiro. Número de orientações: 1

Conhecendo o Investidor Social da Grande Florianópolis (2009-2012)

Descrição: Esse projeto de pesquisa visa identificar o perfil, as motivações e as expectativas dos investidores sociais (indivíduos e empresas) da Grande Florianópolis, além da quantidade e da qualidade do investimento social feito nos municípios de Florianópolis, São José e Palhoça. Busca também verificar como as Organizações da Sociedade Civil (OSCs) locais gerenciam a sua relação com seus investidores atuais e potenciais e que estratégias elas utilizam para mobilizar recursos. O estudo pretende cruzar as informações sobre os investidores sociais e as OSCs, com vistas a examinar a qualidade da relação existente entre esses agentes e o impacto dessa relação na co-produção do interesse público. Trata-se de entender esses dois fenômenos como “ações coletivas” no espaço público, buscando evidenciar o alcance e os limites dessas práticas na participação cívica e na promoção de transformações sociais na esfera pública.

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Maria Carolina Martinez Andion (Coordenador) / Morgana Martins Krieger; Ingrid Victor; Yara Becker; Elaine Oliveira Menezes; Danilo Alano Melo; Luiz Pizollo da Silva (Integrantes).

Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – Auxílio financeiro / Universidade do Estado de Santa Catarina – Bolsa / Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina – Auxílio financeiro. Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 4

Fishing alone: Uma investigação do capital social na comunidade da Costa da Lagoa (2010-2012)

Descrição: Pesquisas teóricas e empíricas indicam que o desenvolvimento do capital social em uma região aumenta a possibilidade de inserção e participação dos cidadãos na esfera política e contribui para o aperfeiçoamento da democracia. Dessa maneira, a premissa essencial do capital social é a de que possibilita as ações cooperativas comunitárias e o alcance do bem comum da coletividade. Nessa mesma direção, autores como Putnan enfatizam a importância do capital social para a coesão e o desenvolvimento da comunidade. O objetivo da presente pesquisa consiste em investigar de que forma o capital social vem sendo alterado na comunidade da Costa da Lagoa devido às transformações causadas principalmente pelo mercado imobiliário havendo um contínuo aumento de moradores de fora da comunidade e o êxodo dos nativos. Essa realidade tem levado à busca de um diferente padrão de vida dos moradores da comunidade, bem como parece alterar a forma deles se relacionarem. A abordagem de pesquisa a ser utilizada será a qualitativa e exploratória com elementos etnográficos. A coleta de dados será feita a partir da aplicação de questionários e observação não participante. Serão sujeitos da pesquisa os moradores, ex-moradores e parceiros da comunidade. Os dados secundários serão coletados por meio de análise documental junto aos órgãos oficiais, documentos, artigos de jornais e pesquisas anteriores. Durante e após a coleta, os dados serão analisados por meio de técnicas usuais do método qualitativo, que permitam o alcance dos objetivos propostos. A pesquisa se justifica em função da preocupação com as conseqüências do desenvolvimento do turismo e da ocupação territorial que alteram as relações sociais históricas da comunidade e conformam novas redes sociais. Nesse sentido, a presente pesquisa deseja contribuir, a partir da compreensão da dinâmica do capital social da comunidade, com informações e propostas para a formulação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento sustentável da comunidade da Costa da Lagoa.

Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Maurício Custódio Serafim (Coordenador) / Luciana Ronconi; Emiliana Debetir; Eduardo Jara (Integrantes).

Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina – Auxílio financeiro. Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 4.